segunda-feira, 23 de março de 2009

acaso

hoje depois do meio dia
me arrumei para te ver por acaso, mas você não estava lá! então, caminhei bonito pelas ruas do hipermercado êxxxtra, como bem diz o vô. elegante entre as ofertas, me ofertei a você em pensamento. descarreguei nas compras a frustração da tua falta, comprei um carrinho bem cheio de coisas, mas deixei ali estacionado num canto, porque estava lá pra te ver.

quinta-feira, 19 de março de 2009

ai sim eu vi vantagem!

Eu sentia profunda falta de alguma coisa que não sabia o que era.
Sabia só que doía, doía. Sem remédio.
Ledo engano.
So faltava te conhecer.

a arte de dizer não.

Eu gosto de infâmia. Por isso sem meias verdades aqui. Tenha a bondade!