sábado, 22 de agosto de 2015

Ela não e apenas uma admirável companhia, é também uma bela mulher, cheia de narrativas e reverência. 

terça-feira, 18 de agosto de 2015


Não seja hipócrita, dinheiro trás felicidade sim. 
Ficar sozinho também.
Manter distância de alpinistas sentimentais e gente que não respeita opinião alheia, também faz muito bem.

cheers!Long life to me.

domingo, 9 de agosto de 2015

Hoje há ainda alguma fadiga nas coisas da vida, o que é absolutamente normal.


para novas vidas


no meu sonho, sem a menor explicação eu e você decidimos andar e no caminho vimos árvores inexplicáveis, uma delas com os frutos da goiabeira e as flores da quaresmeira. no quintal do caminho, o pé de milho que o velho agricultor plantou crescia em direção às estrelas rosáceas. um perobal imenso apontava seus braços centenários para o céu, enquanto dois pescadores conversavam em aramaico, à beira do lago.
Os habitantes da cidade passaram a encontrar aqueles que já haviam partido; e todos eles tinham a mesma idade.
Observamos também dois meninos sem nome que já eram adultos e felizes. e ouvimos, de longe, uma conversa entre Aristóteles e Platão.

uma imensa saudade

lá numa cidade cujo solo corrido por cavalos bárbaros troveja passos e prenuncia chuva, penso em você. na cor da tua blusa. pra que lado teu cabelo acaba de soprar... a penumbra, vista da minha janela que já não é minha enche meus olhos de silêncio e poesia. de concreto mesmo, neste momento, o vício em doce de leite e vinho tinto. e o prazer de sentir o perfume dos sabonetes especiais que foram esquecidos em algum lugar da casa. mas até isso, muito em breve, também vai passar. em algum tempo perdido, a paixão fulminante também passou por aqui. só não passa a vontade de viver uma vida inteira ao seu lado.


a arte de dizer não.

Eu gosto de infâmia. Por isso sem meias verdades aqui. Tenha a bondade!