sábado, 16 de setembro de 2017

Estou cercado de idiotas.


Tenho presenciado tanta barbaridade fantasiada de arte, tenho ajudado tanta gente estupida a se promover como arte, tenho presenciado chiliques de tanta gente que se diz arte, tenho ficado cabisbaixo com tata burrice fantasiada de arte, tenho escutado tanta gente que se diz especial, artista, cool, inteligente, barro da existência, Dionísio, Bacco...quando de fato não passam de uns idiotas com q.i rastejante e ideias provincianas de fundo de quintal. Que pena que essa gente não consegue se ver no espelho. Deprimente, conviver com tanta “arte” me sinto um esqueleto carregando peso quando sou forçado a tolerar esse tipo, me sinto como o personagem Scar do Rei leão, quando ele diz: estou cercado de idiotas.

a arte de dizer não.

Eu gosto de infâmia. Por isso sem meias verdades aqui. Tenha a bondade!